agenda fotos videos revista notícias cinema empresas anuncie
Principal Confira Nossa Agenda Confira as Últimas Notícias Fale Conosco
Você sabe o que quer dizer ...
Artes: História da Música
Reflexão
Musicoterapia
Cifras e Partituras
Referência Cultural
Espaço Independente
Teoria Musical
Music Theory
Audio e Tecnologia
Compositores
Guitarra / Violão
Educação Musical
Vamos falar de Cultura!
Discos Clássicos
Bateria e percussão
Regência
Coral e Orquestra de Câmara do CSVP-Niterói
Música para Cinema
Uau Music Show
Campesina Friburguense
Anuncie / Links
Contato
 
Parceiros:
 

                                                      REFLEXÃO!






             POEMAS DE ELIANA MORA    Site: El Poeta

Momento
 
Silêncio soma sons,
em prece.
Quieta, minha alma.
 
 Eliana Mora, 20/04/2008


Ouvir os pássaros

me redime;
imprime soltas sinfonias
na manhã.

Eliana Mora, 04/12/2008


R e n a s c e

todos os dias
uma luminosidade.
[o horizonte em teus olhos.

Eliana Mora, 26/10/2009


“A música perfura o céu."
 
Charles Baudelaire
1821/1867



"A música clássica do amor é em tom maior, a romântica em tom menor. O amor moderno é uma fraca melodia, sobre instrumentada."

Hugo Hofmannsthal
1874/1929



A tua sombra

é nota musical:
milhares [de mãos dadas] cantam
- para nós.


Eliana Mora, 26/06/2009
Série Dedicadas



As notas que ouço

percorrem certa nudez
de minha alma.
velho figurino.

©Eliana Mora, março/2004



Aplauso Mudo

em pleno momento de quase não pensar
ouvidos completamente sem os plugues de realidade
[pensar que poderia existir o não-pensar mesmo]
sinto na pele
percebo o talento e a genial capacidade de tirá-lo
do fundo de casa
do próprio oceano
a amputar o tempo e construir uma canção
fio de som
sinfoniando em meu coração
parado

desconcertante
me toma
afônica
grito nas notas-memória
um Bravo preso no silêncio

[ele sempre conseguiu isso de mim

Eliana Mora, 20/04/2009
Para W.A. Mozart e sua Sinfonia Concertante



O velho mestre e sua alma portentosa


O maestro
e suas mãos suaves
a parecer leves vazias
jogava
para o mais distante músico
chumaços de emoção

elas
suas mãos
a desenhar no ar adendos a uma pauta inexistente
simulavam ritos
e mistérios
bailavam s i m p l e s m e n t e

E o ar parava
a música subia e avançava
mais e mais corpo de fé
ela tomava

e premiava
a cada nota-nuvem-tempestade
nossos pobres ouvidos sentidos
tementes
a/teus


©Eliana Mora, 28 de julho de 2003

Para o maestro Kurt Masur e a sinfonia de Bruckner “Romântica” - com a Orquestra Sinfônica Brasileira – em apresentação no Rio de Janeiro



Nem águas e nem março


é cal
é cedro
o fim do princípio
do resto do ninho
calvário de dor

é o nada é o tudo
assim tão sozinhos
é o vale
é o toco
que sobram
do amor

é a casa vazia
é a palma
é o pé
é dezembro a chegar
dias de santa fé

é a minha tristeza
que brota
e caminha
se espalha
encantada

qual erva daninha



©Eliana Mora, 18/11/2003
Para a música "Águas de Março"



Sonhando acordes


Em muitas noites acordei em meio a sonhos
que reproduzem sempre a mesma comunhão
são nossos cachos que se embolam nesses sonhos
onde pareço nada mais do que menina
e tu és Mozart
meu parceiro brincalhão

E de repente surge ao fundo a melodia
enquanto sinto um som fugir
de minhas mãos

És tu que corres entre as letras da Poesia
e as transforma em verso puro

[sinfonia


Eliana Mora, 1999
Para W. Amadeus Mozart


A música, a tela, o esquecimento


A música, a tela, o esquecimento

procuro ainda hoje tuas mãos
ó príncipe da beleza
ó deus antigo
tua pele fina a me tocar

saber se tua voz de pura música
não se esvaiu n`algum deserto rio ou mar
esvaziou n`alguma veia já ferida
ou se perdeu em sapatilhas
de Degas

angústia cega
a de querer a emoção em luto antigo
sem esquecer o tudo ou nada

que virá

©Eliana Mora, sobre poema antigo
revisitado em 17/08/2008



Novembro, chuva e Jobim

Elas, as chuvas
como que um inesperado março de Jobim estivesse a
lhe prestar homenagem
logo ele
que tanto amava a natureza os bichos os pássaros
as árvores
hoje a santa não deu jeito
Santa Catarina dorme nos abrigos e nas vias atoladas
junto a quem ficou
no chão
no escuro

e chora
[porque não pode culpar a Natureza.


Eliana Mora, 26/11/2008
Fatos & Poesia



Ludwig van Beethoven
16 de dezembro de 1770/26 de março de 1827

Nasce o compositor erudito alemão do período de transição entre o Classicismo e o período Romântico. É considerado o maior e mais influente compositor do século XIX. [...]

"A Nona Sinfonia foi o pesadelo de todos os compositores que vieram depois de Beethoven. Eles a tomaram como um ideal a ser alcançado. Depois perceberam que era uma tarefa impossível. " Claude Debussy

fonte wikisource

Eliana Mora


Sonhei


que me davas as costas
Mas que alívio:
foi só para colher uma flor.

©Eliana Mora, 11/04/2002



Mozart

Tu pensas notas
como penso poesia. E as transforma
em pura e bela sinfonia.

Eliana Mora, 05/12/03
Para W.A. Mozart



"Só a arte permite a realização de tudo o que na realidade a vida recusa ao homem."

Goethe, Johann   
1749-1832



Ouvir os pássaros

me redime;
imprime soltas sinfonias
na manhã.

Eliana Mora, 04/12/2008



XADREZ NOTURNO

um sonho que assustou
retorna repetitivo
mostra clara mudança de lugar
pessoas malas

nele
meio destruídas ou manchadas
algumas teclas de computador
[ou de um piano
guardam sinais definitivos de texto ou de canção
na partitura onírica da noite

pendurada
parada no ar

Eliana Mora, 30/8/2008


Com elas muito já voei

ouvi ao longe
uma voz encantada
ó passarinho tenor sou poeta
estou meio sem voar
mas segue a cantar - que ouço
para depois te encontrar...

Eliana Mora, 8/10/2008
poeminha Naïf


"A música oferece à alma uma verdadeira cultura íntima e deve fazer parte da educação do povo".

François Guizot
1787/1874

"Música antes de mais nada".

Paul Verlaine
1844/1896

"A música oferece às paixões o meio de obter prazer delas."

Friedrich Nietzsche
1882/1889

"A música é capaz de reproduzir em sua forma real, a dor que dilacera a alma e o sorriso que inebria".

Ludwig van Beethoven
1770/1827

"A alegria e o sofrimento são inseparáveis como compassos diferentes da mesma música."
1877/1962

Hermann Hesse



"A música oferece à alma uma verdadeira cultura íntima e deve fazer parte da educação do povo".

François Guizot
Historiador Francês
1787/1874


"A vida é como a música. Deve ser composta de ouvido, com sensibilidade e intuição. Nunca por normas rígidas."

Samuel Butler
1612-1680



"Só a arte permite a realização de tudo o que na realidade a vida recusa ao homem."

Johann Goethe
1749/1832


"Depois do silêncio, aquilo que mais aproximadamente exprime o inexprimível é a música."

Aldous Huxley
1894/1963


Sonho Dourado

Nos olhos
com/portas soltas.
Cielo - das águas de ouro.

Eliana Mora, 16/08/2008
Para César Cielo, ouro olímpico do Brasil



A música é capaz de reproduzir em sua forma real, a dor que dilacera a alma e o sorriso que inebria".

Ludwig van Beethoven (1770-1827)



Que a técnica me faça uma cançãoQue a técnica me faça uma canção


Sim

penso que o mundo caberia num lugar

numa canção

Dentro de um disco que após a gravação deixasse

sua marca leve   terna

[ou quase

Restrito

sim

é como isso percebo aqui agora

pensando na contradição que minha vida deixaria

de viver a cada instante

à toda hora

para que simplesmente

pudesse eu estar dentro de um Som

E o ouvisse

somente quando mãos maravilhosas me tocassem

e retirassem todo um Ser gravado

da embalagem

e conseguisse então participar de alguma festa

exaltação

ou se quisesse

apenas ser qualquer ruído música

ou mensagem


E que parasse

somente quando percebesse não poder mais

ser tocada

quando sentisse que o som modificou

e que dali

não haveria então nenhuma condição de se tirar

mais nada

Por que se quer   

e se precisa tanto de estar só

que o Silêncio somente se faria

se aquela caixa de sonoridade fosse totalmente

e bem - fechada

Sem música a tocar

na noite

nem lábios delicados que pudessem ser beijados

sem mãos ao violão a provocar algum frisson

ou danos

ou pecados

Sem quase nada mais

a se fazer da Vida

só mesmo a falta perceber

de um grande N ã o

Canção

que já se ouviu mas que parou

Ali

em algum canto

em algum tom


Eliana Mora, 16 de maio de 2000



A-corde!

O violão permanece.
A saudade, idem
: aqui jazz.


Eliana Mora, jul/2005



"Não seria a música uma língua perdida, da qual esquecemos o sentido e conservamos apenas a harmonia?"

Massimo Azeglio
1798/1866



Sonho cantado

de repente acordei
como se algo mais forte me chamasse
algo claro
transparente como um som
que poderia ter saído de ti
da tua boca
do bico de um passarinho

e de repente te vi
bem aqui

bem-te-vi!

Eliana Mora, 22/06/2008
Poema Naïf



"A alma sensível é como harpa que ressoa com um simples sopro."

Ludwig van Beethoven
1770/1827





A partir do Poema

enquanto te faço poema
roubo-te música e ilusão
registro aqui na página o teorema
e agora
traduzo-te
canção

Eliana Mora, 07/06/2008



"Depois do silêncio, aquilo que mais aproximadamente exprime o inexprimível é a música."

Aldous Huxley
1894/1963



Música do silêncio

Nem tudo o vento leva

meu violão
um feminino di Giorgio meio antigo
guarda feições de mulher apaixonada
encosta quieto num canto
a recordar o abraço que era meu
a marca dos teus dedos [luva cálida
um certo som

Aqui
silêncio em cordas faz história

(c)Eliana Mora, 03/08/2006



"A sinfonia é o mundo, deve abraçar tudo".

Gustav Mahler
7 de Julho de 1860/18 de Maio de 1911


Borboleta

minha saudade é assim:
vai contigo pelo mundo
leva na asa_ um jardim.

Eliana Mora, 27/02/2008


Sopro

Neblina e areia
vento nos pincéis arrasta tudo      
com ele somem marcas de um amor

rascunhos de um fogo antigo
agarram-se a dunas irreais

E o artista a tela olha
incrédulo

[ainda]


©Eliana Mora, 17/01/2008



Notas

Arpejo
Completude, conjunção.
Desejo a brotar da canção.

Eliana Mora, 29/04/2008



Abismo criativo de Chopin


Naquele instante o cravo murcho virou rosa
que foi se abrindo nos ouvidos da platéia
em mil tonalidades e desenhos furtacor
a transformar em palidez
a tez do autor

Os teus prelúdios
de arroubos doentios
traziam cá até cruéis sons de lirismo
encanto dócil
preservado
insinuante
[academias de criar de si o abismo

Em tantas notas de profunda luz difusa
corta o salão aquele dom
aquela mágoa
aquela dor conceitual de tua vida
estava lá em cada tecla
envernizada

O som diáfano a trazer a constrição e a doçura
c a í a

a despencar
de outros mundos


E as pessoas
num Palácio da cidade
viveram m a i s - grande Chopin

cada segundo


Eliana Mora, 01 de outubro de 2000
Dedicada ao mestre após concerto no Palácio da Cidade -Rio.


Uma pausa, e Beethoven

imagina
pressente, enxerga...

beleza na nuvem-pauta.


©Eliana Mora, 26/maio/2003



Aquele amor

denso afluente
rio hoje seco:
canção de ninar_ que cessou.

Eliana Mora, 5/março/2008



Ao som de música

envolve-me em restos de saudade.
Tira meu corpo do exílio
-- da clandestinidade.

Eliana Mora



Sinais do que não há

o telefone tocou de madrugada
somente uma vez

depois do susto
adormeci
ouvi teu corpo quente a me chamar
eu
que longe dos teus braços estou tão completamente

a noite
tua afonia
meu silêncio

antigos parceiros em tantas sinfonias
mudas

©Eliana Mora, 02/FEV/2008


Humildade e grandeza

a estrela pequenina
de sete pontas quebradas
atrai para si - o luar

Eliana Mora, out/2005



O amor que soube (d)escrever um novo fado

era um amor que me pedia
e se doava
uma palavra vinha atrás de outra palavra
a sussurrar em letras claras
que existia

não sei se então levei ou fui levado
ao mundo que ficava de outro lado
exatamente atrás de um céu
que jamais vira

e de repente esse amor se fez legado
amor de imensidão
de sina e fado
amor que me tomava e preenchia

da febre que esquenta mas não queima
do abraço que embaraça
tenta e laça

aquele tipo de amor

que teima

©Eliana Mora, 06/12/2007


Sinfonia N. 7
[ou de como dividir a Loucura]

Potentes
as notas me arrastam
rasgam-me inteira num tormentoso modo de compasso
e entrego-me às lembranças do que nunca fui
em tempos que jamais vivi
preenchem a mudez de minha boca
e do espaço onde estou
cerram-me os olhos
como a arrancar-me daqui
acompanho-as
sem querer saber se vivo agora
ou se a via que com o som percorro
é a que jamais pude trilhar
hoje   
amanhã

[ou outrora

©Eliana Mora, 06/FEV/2004
Para a sinfonia nº 7 ,de Beethoven, que de certa forma
“interpreta” a força em que me inspiro - para seguir.



Ode sem tempo se sem rascunho a Mozart

Em tuas notas penduro-me
qual nuvem sustenida
Deito-me
em tuas mãos
de dedos desenhistas de milagres

silencioso gênio
vida fraturada
noites dedilhadas
jogo estranho de um quase tudo   
ou quase nada

Lírica derrota
em fartos ganhos
ó doce poeta
dos bemóis e lacrimosas páginas

Receba pois a nuvem que se vai
a te encontrar
em estado líquido
gasoso   temeroso
[o que escolheres

Pois daqui sai   
tal qual um míssil que não há
rumo ao teu canto de Céu
onde deitará

E no doce murmúrio das sonoras
          passarinhadas
                      pautas

do teu Réquiem

para sempre
ficará

©Eliana Mora, 26 de maio de 2002
Para um momento especial ao som do Réquiem, de Mozart


"Ich werde im Himmel hören!"

- Tradução: "No paraíso eu vou ouvir!"

- Beethoven, no seu leito de morte, 1827.


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~*

Ó bendita surdez de tons escuros

a tecer melodiosos sons.
Força e densidade
a saltar [caladas] dessas veias!

Eliana Mora, 26/03/2008

Para Beethoven

Jardineiro fiel

tuas pétalas caídas
colava uma por uma
[inventava uma raiz...

Eliana Mora, 01/12/2007


CLAIR DE LUNE

Vem suavemente...
clair [reia]
banha de luz nossos corpos.

Eliana Mora
, 22/08/2007
Para Claude Debussy





"Há, nas almas, simpatia para com os sons, e quando a mente está afinada os ouvidos alegram-se com ares que se dissipam, ou guerreiam leves ou graves, uma corda em uníssono com o que ouvimos, toca dentro de nós, e o coração responde." (William Cowper)


“Rock’n’roll is like a drug. I don’t take very much rock’n’roll, but when i do rock’n’roll, i fuckin’do it. But i don’t want to do it all the time ‘cause it’ll kill me. When you’re singing and playing rock’n’roll, you’re on the leading edge of yourself. You’re tryin’n to vibrate, tryin’ to make something happen. It’s like there’s somethin’ alive and exposed." (Neil Young)


“Assassins!" (Arturo Toscanini- to his orchestra after na unsatisfactory performance)


“I don’t choose what i compose. It chooses me.” (Gustav Mahler)


“Musical ideas purue me to the point of torture. I cannot get rid of them, they stand before me like a wall. If it is na allegro that pursues me, my pulse beats faster, i cannot sleep; if na adágio, i find my pulse beating slowly. My imagination plays upon me as if i were a keyboard.” (Joseph Haydn)


"Orfeu, com seu alaúde, fez as árvores e os cumes montanhosos que se congelam. Curvaram-se quando ele cantava, para a sua música as plantas e as flores sempre primaveras assim como o sol e a chuva, criadores de uma primavera permanente." (William Shakspeare)


"Um único cantor não faz a canção. É necessário alguém para ouvi-la. Um homem abre a sua garganta e canta, um outro canta-a em sua alma." (Rabindranath Tagore)


"Veja o mais profundo possível e você verá musicalmente: o coração da natureza, visto em todos os cantos, é música, se você realmente conseguir atingi-lo." (Thomas Carlyle)


"Compare o crescimento do caráter humano com a entoação de um alaúde. Se as suas cordas estão muito soltas, não há música. Se muito tensas, quebram-se." (Provérbio Hindu)


"Uma luz ao som, poder em forma de som na luz, ritmo em todo pensamento e alegria por todos os lados...acho eu que teria sido impossível não amar todas as coisas em um mundo tão repleto. Onde a brisa gorjeia, e a letra muda também soa. É a música que descansa no seu instrumento..." (Samuel Taylor Coleridge)


"Ouvir música pode aflorar tudo o que existe de melhor em nós. Deveria ser como o vento nas velas levando o navio para o mais perto da predestinação celestial." (Peter Mikael Alvanhov)


"Os átomos são ressonadores harmônicos." (Andew Glazewski)


“The best way to kill your music is to sit down every day and work at it. You got to sneak up on it na catch it when it’s not looking." (Iggy Pop)


“There’s only two ways to sum up music: either it’s good or it’s bad. If it’s good you don’t mess about it; you just enjoy it." (Louis Armstrong)


“What’s swinging in words? If a guy makes you tap your foot and if you feel it down your back, you don’t have to ask anybody if that’s good musico r not." (Miles Davis)


"Há, nas almas, simpatia para com os sons, e quando a mente está afinada os ouvidos alegram-se, com ares que se dissipam ou guerreiam leves ou graves. Uma corda em uníssono, com o que ouvimos, toca dentro de nós e o coração responde." (William Cowper)


“Music is your own experience, your thoughts, your wisdom. If you don’t live it, it won’t come out of your horn. They teach you there is a boundary line to music. But, man, there’s no boundary line to art." (Charlie Parker)


“The drive to create, perform, and reproduce music is common to all mankind, a drive so basic that when a man cannot find an instrument to suit him, he creates his own." (Joseph Howard)


“Music is more than combination of sounds. It is colors too. I see the different keys like a rainbow. The key of D is daffodil yellow, B Major is maroon, and B Flat is blue." (Marian McPartland)


“I did not choose my profession, it chose me. Since childhood, it has grown between me and people. My music is all one love letter, but to whom?" (Ned Rorem)


"Ouça a voz da sua imaginação criativa criativa transmuta os sons em formas e cores, dançantes e vivos, uma visão caleidoscópia de energia e beleza. Olha para a árvore, mergulhada em sua imaginação criativa. Transmite as imagens em ritmos e melodias, livres e cantantes. Uma harmonia de energia viva e alegre." (Reflexão Auditiva)


“We’re working with dynamics now. We’ve spent two years loud, and we’ve spent six months with deafening! I think we’re moving out of our loud stage. We’ve learned, after these last two years, that what’s really important is that the music be groovy, and if it’s groovy enough and it’s well-played enough, it doesn’t have to be loud.” (Jerry Garcia)


“I cannot tell you how much i love to play for people...Sometimes when i sit down to practice and there is no one else in the room, I have to stifle my impolse to ring for the elevator man and offer him money to come in and hear me.” (Arthur Rubstein)


“When I’m singing, I’m inside of it...I feel, oh, like I feel when you’re first love, when you’re first touching someone – chills, things slipping all over me...A lot of times when I get off, I want to make love.” (Janis Joplin)


“When I play, I make love – it is the same thing.” (Arthur Rubstein)


“When we get onstage, we really want to transformed from ordinary players to extraordinary ones, like forces of a larger consciousness. So maybe it’s that seat-of-the-pants shamanism that keeps the audience coming back and keeps it fascinating for us too.” (Jerry Garcia)


“When I’m onstage, I feel this incredible, almost spiritual experience. Those great rock ‘n’roll experiences are getting harder and harder to come by, because they have to transcend a lot of drug-induced stupor. But when they occur, they are sacred.” (Pete Townshend)

“Sometimes my songs feel like drugs, they feel like injections. Depending on the song, sometimes they’re like adrenalin, sometimes like a sedative. It’s like hypos shooting different colours into my bloodstream. That’s exactly what it feels like. And if my life experience hasn’t given me the right chemicals, I can’t sing those songs. I don’t know how to bring it out of my own biochemistry.” (Kristin Hersh)


“It was easier to identify with the people in the Airplane than the Grateful Dead or Janis, because Janis was so powerful and so different, all the emotions right out there. The Grateful Dead looked like they were old, you know. But they were a bizarre-looking group of people. The people in the Airplane were like two-years-of-college whith boys singing folk music. They were just more accessible on a pop-y kind of level.” (Grace Slick)


“The sign of a great talent to me? No one goes out to buy a thing. They sit and watch or stand and dance.” (Bill Grahan)


“I’m not very good tchnically, but I can make it fuckin’ howl and move.” (John Lennon)


“My music is best understood by children and animals.” (Igor Stravinsky)


“I never practice, I always play.” (Wanda Landowska)


“Play always as if a master were listening.” (Robert Shumann)


“You know, I’m starting to feel pretty good. I konw I’ve written some classic songs that someday are going to be elevator music, and that makes me feel pretty good.” (Christopher Cross)


“It is better to make a piece of music than to perform one, better to perform one than to listen to one, better to listen one than to misuse it as a means of distraction, entertainment, or acquisition of “culture.” (John Cage)


I read a story about some old opera singer once, and when a guy asked her to marry him, she took him backstage after she had sung a real triumph, with all the people calling for her, and asked, “Do you think you could give me that?” That story hit me right, man. I know no guy who ever made me feel as good as an audience.” (janis Joplin)


“I am not handsome, but when women hear me play, they come crawling to my feet.” (Niccolò Paganini)


“Playing guitar is a sexual thing. It comes from the crotch, it comes from the heart, and it comes from the head – you don’t need to have muscles to play it.” (Lita Ford)


“When you listen to what I’m playing, you got to see in your mind all them gals out there swinging their butts and getting the mens excited. Otherwise you ain’t got the music rightly understood. I could sit there and throw my hands down and make them gals do anything. I told them when to shake it and when to hold it back. That’s what this music is for.” (Robert “Fud” Shaw)


“When I’m playing, I’m in the now, and I experience how I’m feeling right there onstage, and something I’m able to get into a state of 100% bliss. It’s really joyous, serene place”. (Bill Kreutzmann)


“Music washes away form the soul the dust of everyday life”. (Berthold Auerbach)


“I’d like to think that when I sing a song, I can let you know all about the heartbreak, struggle, lies and kicks in the ass I’ve gotten over the years for being black and everything else, without actually saying a word about it”. (Ray Charles)


“Don’t think that sticking your boobs out and trying to look fuckable will help. Remember you’re in a rock ‘n’ roll band. It’s not ‘fuck me’, it’s ‘fuck you’!” (Chrissie Hynde)


“On stage, I make love to 25,000 different people, then go home alone.” (Janis Joplin)


“Romanticism, and sorrow, and greed – they can all be put into music. I can definitely recognize greed. I know when a man is playing for money.” (Coleman Hawkins)


“When it came to dollars, everyone got uptight. Probably the biggest bring down in my life was being in a pop group and finding out just how much it was like everything it was supposed to be against.” (Mama Cass Elliot)


“Real Music is not for wealth, not for honors or even for the joys of the mind...but as a path for realization and salvation.” (Ali Akbar Khan)


“The greatest respect an artist can play to music is to give it life.” (Pablo Casals)


“There are two things John and I always do when we’re going to sit down and write a song. First of all we sit down. Then we think about writing a song.” (Paul McCartney)


“The composer reveals the innermost being of the world and expresses the deepest wisdom in a language which his own reason does not understand; like a sleepwalker, who tells things of wich he has no clear knowledge when he is awake.” (Arthur Schopenhauer)


“All I know is, for every note, there is another note that melts it. I just hear a sound coming into my head and hope to catch it with my hands.” (Erroll Garner)


“The notes I handle no better than many pianists. But the pauses between the notes – ah, that is where the art resides.” (Arthur Schnabel)


“The composer, as in old China, joins Heaven and Earth with threads of sounds.” (Alan Hovhaness)


“When I listen to a Herbie Hanock piano solo, I listen with my hands. I can feel courses of melodies: my palms almost imperceptibly expand and contract, bursts of rapidity and repose make them tighten and relax; the fingers minutely follow the essential shapes and pacing of his improvisations.” (David Sudnow)


“Composing is like driving down a foggy road toward a house. Slowly you see more details of the house – the color of the slates and bricks, the shape of the windows. The notes are the bricks and mortar of the house.” (Sir Benjamin Britten)


“I believe it’s no good to talk about your songs; it’s wrong. You should leave your songs alone and let them say what they say; let people take what they want from them.” (Paul Simon)


“There’s this great line in a Chrissie Hynde song where she says, ‘When I first heard a song flying to the sun, I wanted to be one.’
You know, it’s not that you want to sing the song, it’s that you want to be one.” (Joan Osborne)


“To sing is to love affirm, to fly and to soar, to coast into the hearts of the people who listen, to tell them that life is to live, that love is there, that nothing is a promise, but that beauty exists, and must be hunted for and found.” (Joan Baez)


“I love recording because if something lovely does happen, there is a sense of permanence, and if it doesn’t happen, one has a second chance to achieve an ideal.” (Glenn Gould)


“We look for news sonorities, new intervals, new forms. Where it will lead, I don’t know. I don’t want to know. It would be like knowing the date of my death.” (Pierre Boulez)


“Lovers have come and go, but only my mistress stays. She is beautiful and gentle. She is a swinger. She has grace. To hear her speak, you can’t believe yours ears. She is ten thousand years old. She is as modern as tomorrow, a brand new woman every day. Music is my mistress, and she plays second fiddle to no one.” (Duke Ellington)


“Not everybody can appreciate poetry or classical music, and they don’t like words that say one thing and mean another thing.Country music is real. Country music tells the story the way things are. People fall in love and then one of them starts cheating around, or both of them sometimes. And usually there’s somebody who gets hurt. Our country songs are nothing but the truth. That’s why they’re so popular.” (Loretta Lynn)


“The public doesn’t want new music; the main thing that it demands of a composer is that he be dead.” (Arthur Honegger)


“People compose for many reasons: to become immortal; because the pianoforte happens to be open; to become a millionaire; because of the praise os friends; bacause they have looked into a pair of beaultiful eyes; or for no reason whatsoever.” (Robert Shumann)


“With a perfect orchestra you can do what you like...You can draw a sort of immense emotional throb out of the air merely by curving your hand.
You can get brilliant waves of sound merely by a twist of the wrist.
You can make sudden and absolute silence by a gesture.
It is the most wonderful of all sensations that any man can conceive.
It really oughtn’t to be allowed.” (Eugene Goossens)


“The hardest thing in the world is to start an orchestra, and the next hardest, to stop it.” (Hans Richter)


                                             

 
Webdesign | Friweb